Apresentação

JULIANA CORRÊA BARRA

ju montagem

Há 4 anos, iniciei o curso técnico em Massoterapia pelo SENAC em Campinas sem ter a dimensão exata do impacto que este processo de aprendizagem traria.

A princípio a escolha partiu de uma vontade imensa de fazer algo diferente da minha formação acadêmica e que resgatasse de alguma forma meu amor juvenil pela área da saúde e minhas memórias dentro dos quase 17 anos em que fui atleta amadora de voleibol feminino.

Naquela  época a alegria de jogar era dividida muitas vezes com o desconforto das lesões. Lembro que as minhas foram pequenas, mas presenciei varias atletas que passavam dias e dias com dores  nas costas, dores no ombro, dores no joelho, fadiga, cansaço, sem contar com os aspectos emocionais ligados a ansiedade, stress, baixa autoestima, enfim.

Para quase tudo a intervenção era gelo, relaxantes musculares e uma boa conversa com os técnicos, pois dada as condições das equipes poucos detinham em seu elenco profissionais que nos trouxesse a medicina alternativa como ferramenta não medicamentosa.

Depois desse período o esporte foi tomando menos espaço no meu cotidiano, minha vida me jogou para outros rumos e desde então foram 6 anos de estudos entre faculdade  e pós-graduação em Serviço Social e os atuais 10 anos exercendo a profissão de Assistente Social.

Nessa trajetória longe do universo do esporte observo que todos esses sintomas físicos e emocionais que sentia enquanto atleta também estão presentes no cotidiano de milhares de famílias. 

Em relatos no trabalho social com famílias observado que as queixas ligadas a saúde, estão associados quase sempre pelo desgaste físico de muitas horas sentadas ou muitas horas de pé decorrente da atividade laborativa, afazeres domésticos, cuidados com crianças e desgastes emocionais ocasionados por conflitos afetivos e familiares.

Dentro deste contexto, acredito que me joguei de cabeça na Massoterapia e meu grande desejo é contribuir para que este serviço se popularize e as pessoas possam de alguma maneira introduzir a massoterapia como promoção a saúde e melhora de sua qualidade de vida.

A massagem em si é uma troca de energia que exige do outro uma abertura muito grande. Normalmente as pessoas nos procura porque estão sentindo dores no corpo, um cansaço, um desconforto e desejam uma maneira de recarregar as energias para continuar com a sua rotina.

Meu proposito é exatamente esse!!!Amenizar esses sintomas físicos que por muitas vezes pode estar associado a questões de ordem emocional.

Massoterapeutas existem para dar uma mãozinha nesse nosso organismo preguiçoso que por algum motivo encontra-se alterado. Sendo assim, dores, cansaço, inchaços(edemas) são sinais que devemos olhar para nós com mais carinho e reservar mais tempo para introduzir medicina alternativa como cuidado e prevenção.

O funcionamento  perfeito do nosso organismo exige o chamado equilíbrio.